Categorias
Histórias & Fábulas

O ermitão profeta

Era uma vez um eremitão profeta que três vezes em cada lua, descia à grande cidade e, nos mercados, pregava ao povo sobre o dar e o repartir. Era eloquente, e a sua fama espalhou-se por toda a terra.

Um dia, ao cair da tarde, três homens chegaram à sua ermida e ele saudou-os. Disseram-lhe:
— Estiveste a pregar sobre o dar e o repartir e tentaste ensinar aos que têm muito a darem aos que têm pouco. Não duvidamos que a tua fama tenha atraído riquezas. Dá-nos dessa riqueza, pois somos necessitados.

O eremitão respondeu dizendo:
— Meus amigos, nada tenho, a não ser esta cama, esta esteira e esta bilha de água. Levem-nas, se quiserem. Não tenho oiro nem prata.

Então eles olharam-no com desdém e voltaram costas. O último homem deteve-se um instante à porta e disse:
— Embusteiro! Fraudulento! Ensinas e pregas o que tu próprio não praticas.

Khalil Gibran in “O Profeta”