Categorias
Histórias & Fábulas

A sombra

Certo dia do mês de junho, a erva disse à sombra de um choupo:
— Moves-te vezes demais da esquerda para a direita, e perturbas a minha paz.

— Eu não, eu não — respondeu a sombra. Olha lá para cima. Há uma árvore que se agita ao vento, de este a oeste, entre o sol e a terra.

A erva olhou para cima e, pela primeira vez, viu a árvore. E disse de si para si:
— Não sabia que havia ervas maiores que eu!

E ficou em silêncio.

Khalil Gibran in “O Profeta”